Tag Archives: música

Countdown… é Beyoncé bebê!

7 out

Influência retrô, explosão de cores vivas, uma pitada de Brodway e aquele gingado que amamos são os ingredientes de Countdown da Beyoncé, que certamente já está viciando fãs da Diva e de bons vídeos. Rico em detalhes, danças e Beyoncés (sim, tem várias), o novo vídeo dá aquela vontade (gostosa) danada de dançar e nos remete ao tempo em que os musicais eram valorizados e a dança não era banalizada e ridicularizada. A cantora continua a inspirar e educar os fãs a procurar influências no “old school”. Ela é tipo de artista pop que sempre adiciona mais ao cenário da música contemporânea, por não esconder suas raízes e mover multidões ao resgate do antigo em suas mais amplas expressões de arte. Beyoncé é música, dança, atuação… soul e feelings, tudo em uma artista só.

Enfim… Countdown é obra de arte, é retrô, é color block, é contemporâneo…  é Beyoncé bebê!

Anúncios

Gorillaz: they are 10

5 out

Para celebrar os 10 anos de carreira após diversas pausas e questionamentos sobre possível fim da banda, a “banda desenho animado” lança em 28 de Novembro sua coletanea The Singles Collection: 2001-2011. Já há anuncio de pré-venda no site oficial! O cd reúne estas 15 faixas:

1. Tomorrow Comes Today
2. Clint Eastwood
3. 19-2000
4. Rock The House
5. Feel Good Inc
6. DARE
7. Dirty Harry
8. Kids With Guns
9. El Manana
10. Stylo
11. Superfast Jellyfish
12. On Melancholy Hill
13. Doncamatic
14. Clint Eastwood (Ed Case & Sweetie Irie Refix)
15. 19-2000 (Soulchild Remix)

Também há versão cd+dvd e a versão LP vinil duplo. Tudo para fãs vibrarem. Eu super curti. Abaixo a capa (linda) deste lançamento.

Agora fica a dúvida se esse é o fim ou apenas encerramento do capítulo “10 years” da banda, vai que seja a despedida né?! Eu já não levo a sério mais anuncio algum de gravadora, membros ou produtores, e vocês?

O baile de máscaras de Shake It Out

3 out

Dispensa comentários mas merece um post. Florence + The Machine é pura poesia desde sempre e neste vídeo não seria diferente. Vambora curtir essa delícia de vídeo.

O vídeo é tão excelente quanto a música e os dois tem uma sincronia intensa e satisfatória a qualquer fã dos mais exigentes! “Obra de arte completa” é como se pode descrever melhor esse trabalho novo da banda. Alguém ainda tem dúvidas de que o novo e aguardadíssimo álbum, CERIMONIALS (cuja capa é a foto acima) será excelente? Então já pode matar as dúvidas no site AMAZON que tem preview de faixa-a-faixa. Eu estou amando e aposto minhas fichas para o melhor do ano, lembrando que o mesmo traz What The Water Gave Me, que foi o primeiro single…

O lançamento do disco ocorre dia 15 de Novembro. Até lá aguardamos o vazamento (eu sei que é feio, mas né)e vamos curtindo os trechos e os vídeos, afinal é o que tem pra hoje.

Quem curtiu Shake It Out?

Geração Reinvenção

3 out

Não é de hoje que eu me pego reclamando de um lançamento musical aguardado e o adiciono à lista de “mais do mesmo”. Não que seja ruim o mais do mesmo, em sua maioria é muito bom, mas aí mesmo nasce o problema: muito bom não é ótimo (muito menos excelente). Se o ser humano já é por natureza um eterno insatisfeito, que podemos dizer de uma geração como a minha (que chamo “geração reinvenção) que cresceu ouvindo Madonna e outros artistas que sempre nos entregam uma delícia musical nova e (quase sempre) sem sinais de referência a trabalhos anteriores?!

Somos de uma geração consumida pelo desejo do novo, do experimental, do atemporal, da renovação continua e evolução. Não apenas do som, mas também cobramos muito (e prezamos muito) a qualidade das letras. Nos permitimos ouvir som ruim e letra ruim e ainda assim amar isso, todos o fazem, mas não é (com certeza) o que ocupa maior espaço em nossas playlists. Só esse ano já tive diversas decepções com lançamentos muito aguardados por uma multidão de fãs. Fãs estes que, em sua maioria, não se contentam com artista que lança álbum novo só por lançar e dar continuidade a carreira, que ao ver dos mesmos fãs está fadada ao fim (seguindo falta de inovação).

Queremos mais Madonna, mais System of a down, mais Alanis Morissette, mais Christina Aguilera (que apesar do flop se renova), mais Chili Peppers, mais Björk, mais David Bowie… enfim, queremos o novo e garimpamos internet e lojas de discos atrás disso SEMPRE. Geração chata? Geração exigente? Geração mimada? Sim, mas com certeza essa é a geração de profissionais e futuros profissionais que mais aperfeiçoa, busca pelo novo e evolui sem medo de esforços para fazê-lo. E tu, já buscaste algo inovador para ouvir hoje? Re invent yourself!

 

Obs: Imagem de “introdução” do post gentilmente autorizada pelo amigo Conrado Severo.

Pré venda do concerto de Blues da tia Cyndi

27 set

Anunciado agorinha mesmo pelo site oficial da cantora, o dvd “TO MEMPHIS, WITH LOVE” já está em pré venda no site amazon. Preciso comentar que é o registro da Tour de divulgação do cd mais recente, Memphis Blues, que passou pelo Brasil e além do repertório do disco conta com alguns de seus grandes sucessos? Não, mas já digitei. O único vídeo de preview que encontrei deste dvd foi este aqui:

Olhando os dados no amazon eu achei o dvd curto demais para quem não lança dvd desde 2004 (“Live… At Last”), mas aguardamos então que seja lançado em nosso país.

Pris Elias conta suas inspirações

16 set

Para quem não conhece a gata acima, ela é vocalista, guitarrista e tecladista da minha banda favorita da cena underground brasileira: Banda Mixtape. Pris Elias é uma Femme Fatale, super original e inspiradora de uma legião de fãs do que eu chamo “new rock”, um rock feito sem apego a características antigas e que vai além de guitarras e seus riffs convencionais. Para quem não conhece a banda Mixtape tá na hora:

A banda de Curitiba, Paraná, é formada por Pris Elias junto de Helen Negrão (baixista e Dj). A Pris foi super atenciosa e topou descrever seus gostos por email. Perguntei a ela um resumão básico e geral, abaixo seguem as respostas por tópicos de maneira crua (como ela mesma digitou):

MODA

Não tenho referências específicas na moda, mas atualmente me identifico muito com a mistura de elementos dos anos 80, do punk e do glam rock. A Hel é normalmente a pessoa que traz muitas referências reais (de desfiles, filmes e da própria música) de moda pra Mixtape. Eu analiso o que ela me mostra e escolho o que acho que tem a ver comigo.

MÚSICA

Na música, gosto muito de indie/rock, electro/pop, electro/rock, punk/pop, pop/rock internacional e 80’s. Atualmente os shows que mais me interessam são aqueles com super produção, como os da Pink, Madonna, Kylie Minogue, Rihanna, Lady Gaga e por aí vai.

ARTES

Sou fissurada pelos trabalhos do Salvador Dali e do Andy Warhol.

LITERATURA

Pra literatura tenho fases. Atualmente ando lendo muita coisa que trata direta ou indiretamente de questões espirituais. O primeiro disco da Mixtape, “O Tormento do Tempo”, marcou uma fase de minha (e nossas vidas) em que o tempo realmente representava um tormento pra gente, lutávamos contra ele e vivíamos ansiosas nessa constante luta. Essa literatura de trouxe tranquilidade, diante de um novo entendimento da vida. Gosto muito do Deepak Chopra e do Eckhart Tolle.

Roupas no dia a dia da cantora? Jeans skinny, baby look, blazer e coturno (ou tênis estilo all star).
Quando questionada sobre o que carrega em sua bolsa: Hahaha, só tem papel lá dentro!

Então, depois de saber um pouquinho mais dessa talentosa it rocker agora é só ver mais fotos para inspirar. Abaixo também segue minha música favorita da banda. A letra (composta pela própria) é ALGO = atention bees, tem muita bee que se revela depois de namorar um mulherão tipo a gata e sobre isso é a música.

Ao termino do email a linda ainda deixou essa frase muito linda:
Fico muito feliz por compartilhar informações com a galera que gosta ou que possa vir a gostar de nosso trabalho, sempre. 🙂 
Bjoka!
Pris 

Linda voz e closet invejável: Florence Welch

31 ago

 

Muito mais que uma linda voz e um talento admirável no mundo da música, a cantora Florence Welch chama atenção também pelas peças que usa. Seja no dia-a-dia, em shows ou grandes eventos no red carpet, Florence sempre esbanja estilo e bom gosto em suas vestimentas. Seus looks vão do mais urbano ao mais clássico, de belas peças que a deixam parecendo menina a indumentárias mais elegantes ao estilo Diva rica (o que nem faz o tipo dela, né? #not).

Para a cerimônia do Oscar 2011 ela vestiu nada menos que um Valentino elegantíssimo e trabalhado na transparência (do jeitinho que ela gosta e costuma usar no palco).

No Grammy deste ano um vestidão Givenchy foi a aposta dela para exibir estilo. Conseguiu, não é?

Este Chanel floral print não fica a cara dela?

Em seu dia-a-dia ela usa roupas mais simples, mas não por isso menos estilosas. Apesar de não saber as marcas das peças, quem ousa dizer que ela não é uma perfeita fashionista inspiradora?

Florence tanto chama atenção em seu gosto pela moda que ninguém menos que Frida Giannini, diretora criativa da Gucci, desenhou vestimentas para a turnê de Miss Welch.

Adivinhem quem será a capa da VOGUE japonesa em outubro? Sim, Florence Welch por Karl Langerfeld.

Enfim, a queridona do povo indie tem estilo (aquele pézinho no mundo da moda) e transparece e cada foto clicada. Quem discorda?